De Freud à fraude, o Brasil por Nuno Nunes

O contrato social que o pai da psicanálise, o austríaco nascido na atual República Checa, Dr. Sigmund Freud, baseou-se para formular suas teorias foi a ideia de que os seres humanos, abdicando de suas liberdades originais enquanto indivíduos em prol da sobrevivência no coletivo, acarretaria em frustração pessoal que poderia se manifestar de forma violenta em sonhos ou desobediência civil. Seria o inconsciente irracional se manifestando na sociedade. O que isso tem a ver com o Brasil? Como afeta nossa sociedade? Há alternativas para o pensamento de Freud ou ele é uma fraude?
(Leia mais)

Anúncios

Serra quer tirar a Petrobras e o futuro dos brasileiros e tem apoio das ruas

Em 2013 a mídia foi invadida por escândalos envolvendo José Serra (PSDB-SP) e o vazamentos no site Wikileaks. Serra em 2009, então presidenciável, tinha afinado seus laços com os interesses das empresas petrolíferas estadunidenses que não desejavam a Petrobras comandando o pré-sal. As conversas caíram nas mãos de Julian Assenge que lançou na internet.

“Deixa esses caras (do PT) fazerem o que eles quiserem. As rodadas de licitações não vão acontecer, e aí nós vamos mostrar a todos que o modelo antigo funcionava… E nós mudaremos de volta”, disse o candidato tucano a presidente à executiva da Chevron.