Rumos do planeta: América Latina e Oriente Médio

Mudanças a vista, executadas por elites locais e orquestradas pela elite global. Assim começamos o segundo semestre de 2012:

– Golpe no Paraguai com tomada de poder pela direita liberal mandada pelo latifúndio, marcando o país numa crescente revolta, trazendo instabilidade para o Mercosul e Unasul,

– Eleições no México com vitória duvidosa da direita financiada por Washington, mostrando claramente de onde vem a corrupção,

– Eleições no Egito vencidas pela Irmandade Muçulmana, que busca radicalizar ações anti-ocidentais na região,

– Golpe na Síria, financiado pela CIA, levanto o Oriente Médio à guerra civil,

– Incessantes tentativas de tornar o Irã culpado por fabricar bombas nucleares.

A quem interessa este cenário geopolítico? Quem o tem provocado?

Estamos atentos. Não perca o ótimo artigo de Pepe Escobar.

E tudo sempre pode acabar em ‘democratura’

Anúncios

Denúncias contra ‘economía verde’ dominam 2º dia da Rio+20

As denúncias contra a “economia verde” tomaram conta nesta quinta-feira da cúpula Rio+20, com acusações de Bolívia, Equador, indígenas e ONGs contra os países ricos por promover uma nova forma de colonialismo ambiental e críticas pela falta de resultados concretos.

“Os países do norte se enriquecem em meio a uma orgia depredadora e obrigam os países do sul a ser seus guardas-florestais pobres”, denunciou o presidente boliviano, Evo Morales, na sessão plenária da cúpula, que reúne 86 chefes de Estado e de governo até sexta-feira com o objetivo de frear a degradação ambiental do planeta e combater a pobreza.

“Querem criar mecanismos de intervenção para monitorar e julgar nossas políticas nacionais (…) com desculpas ambientais”, lamentou.